Google+ Followers

Pintura em Pedras.


Material Necessário:
Tinta acrílica nas cores branca,
vermelha, preta e azul (um potinho de cada);
3 espessuras de pincel:
bem fina para tracejar, média e de 2,5cm.;
1 lápis preto; 1 giz escolar ou de alfaiate, branco;
1 pedaço de papel comum; 1 tesoura para fazer recortes.
As corujas são animais considerados super inteligentes. Para pintar
uma delas, procure uma pedra dentro do formato mostrado na foto
ao lado. É a forma ideal para se fazer a coruja. Lave bem o material
e deixe secar. Depois escove para tirar fragmentos e comece o seu
trabalho passando uma camada compacta de tinta branca. Guarde
bem os traços a serem seguidos. A parte da pedra que será a
cabeça é a mais estreita. A face será a parte da pedra que forma um
tipo de V. Com o lápis preto crie os contornos e observe se a figura
vai se formando. Vá tracejando. Feito isso, passe a marcar também
os detalhes mais acentuados. Logo você poderá olhar e ver se
conseguiu um bom resultado. É melhor começar a tracejar na pedra
pintada de branco, antes de passar a novas fases do trabalho. Tudo
acertado? Vá para o passo seguinte.

1-

Pinte a sua pedra coruja de preto, deixando à
mostra os locais que tracejou com o lápis.
Logo você terá nas mãos um filhote de pássaro.
Algo ainda não totalmente definido.
No tracejado anterior, acrescente, para fortalecer os
contornos, uma nova passada de tinta branca, com
o pincel fino.
Com o giz branco, forme sobre a pintura preta, os
detalhes que formarão a pelagem. Depois de armar
o desenho das penas com o giz branco, você pode
começar a aplicar outras cores para colorir a coruja.
Sobre os traços aplique uma cor viva, como a
laranja. Mescle a ela outras variações,
completando as costas do pássaro.
Embora eu goste de um tom único, as variações
ficam interessantes. Deixe secar.
Apoiando a pedra com uma das mãos, dê
pinceladas na parte frontal, da barriga, com a tinta
colorida.
Forme um tipo oval de desenho, para em seguida,
com tinta preta, dar ainda mais vida à pelagem da
barriga. Agora - depois de deixar secar o passo
anterior - chegou a vez de mexer nos olhos.
O desenho dá a dimensão do sentido a ser seguido
para que tudo corra bem. Siga as flechas e vá

2-

criando os pêlos faciais. Os olhos passam a ser a
parte principal e final do trabalho. Primeiro acentue
com o pincel fino, os contornos, formando bolas
bem definidas. Depois faça bolas menores, para
criar a íris. Tudo em preto. Com o amarelo, cubra o
restante da extensão entre os contornos.
Não esqueça que cada uma destas etapas deve
ser feita com cuidado. Deixe sempre a anterior
secar, para passar à seguinte.
Você deixa a face mais, ou menos, carregada de
traços (penugens) de acordo com o seu gosto.
Não esqueça de pintar o bico do pássaro, de preto,
sobre o tracejado feito no início do trabalho.
Dê um tempo e volte a observar a sua pintura.
Aonde achar que faltam cores, acrescente. Aonde
achar que existem nuanças demais, passe uma
camada de base e refaça.
Para dar a expressão final, crie uma bolinha branca
dentro dos olhos, sobre a bola preta menor.
Para passar ao seu pássaro o olhar da inteligência,
com o pincel médio, puxe o canto dos olhos, em
preto, para os lados.









Nenhum comentário:

Postar um comentário